Na última vez que o Goiás jogou contra o Flamengo no Rio de Janeiro, o mundo era diferente. Aglomerações eram permitidas, as torcidas estiveram no Maracanã, não existia uma pandemia. Muita coisa mudou desde a goleada de 6 a 1 que o esmeraldino sofreu no ano passado, mas a motivação goiana é a mesma do dia 14 de julho de 2019: recomeçar. Em jogo adiado da 11ª rodada d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários