Pouco antes de subir ao pódio do GP da Emilia-Romagna, no último dia 1º, quando alcançou a sua 93ª vitória na F-1, Lewis Hamilton, 35, fez questão de abraçar uma mulher que se destacava em meio aos mecânicos da Mercedes. Era Angela Cullen, 46, fisioterapeuta que cuida de toda a rotina do inglês fora das pistas. Os abraços e comemorações entre os dois se tornaram uma ma...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários