A final do Torneio de Florianópolis, competição que faz parte do circuito da WTA, será disputada neste sábado entre uma tenista da República Checa e outra da Espanha. A checa Klara Zakopalova e a espanhola Garbine Muguruza se classificaram nesta sexta-feira para a decisão do título, após vencerem seus jogos nas semifinais.

A primeira a se classificar foi Muguruza. Cabeça de chave número 2 do torneio - é hoje a 36ª colocada do ranking -, ela não teve dificuldades para ganhar a semifinal contra a casaque Yaroslava Shvedova, que ocupa apenas o 79º lugar na lista da WTA. O placar do jogo desta sexta-feira foi 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3.

Na sequência, Zakopalova evitou que a final fosse entre duas tenistas da Espanha. Diante da espanhola Carla Suarez Navarro, que era a cabeça de chave número 1 do torneio - aparece em 15º lugar no ranking -, ela precisou de 1 hora e 59 minutos para vencer nesta sexta-feira por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/2.

Depois de eliminar a principal candidata ao título, Zakopalova entra agora na final com uma leve vantagem. Número 32 do mundo, ela tem um ranking melhor do que Muguruza e vem embalada pelo vice-campeonato no Rio Open. Mas o histórico do confronto entre as duas no circuito da WTA aponta uma vitória para cada lado.