Amigo do governador Sérgio Cabral, o empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho teria pago cerca de US$ 1,5 milhão ao filho de um integrante do COI (Comitê Olímpico Internacional) durante o processo de escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. A suspeita de corrupção foi revelada nesta sexta (3) pelo jornal francês "Le Monde". Segundo a publicaçã...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários