A turma de futsal do professor Fernando Araújo, no Centro de Reabilitação e Readaptação (CRER), às quintas-feiras, é diversificada. Pacientes de 9 a 40 anos se divertem na quadra. O primeiro a chegar é a única criança do grupo, Arthu Alves, de 9 anos. Antes do futsal, ele passa por três terapias para acompanhar a paralisia cerebral, adquirida quando tinha 1 aninho por co...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários