O Mundial Paralímpico de Natação começa nesta segunda-feira em Londres, na Inglaterra, e será a primeira competição que o Brasil sentirá de fato os efeitos do novo sistema de classificação funcional. As alterações devem influenciar diretamente nos resultados, por exemplo, do principal medalhista do País, Daniel Dias, que corre o risco de voltar sem nenhuma medalha de o...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários