A crise no Santos entre elenco e diretoria, provocada pela decisão do comando do clube de só pagar 30% do salário, na última terça (12), ganhou novos contornos nesta quinta-feira (14), quando alguns jogadores expuseram publicamente a insatisfação com a medida para contenção de despesas em função da crise do coronavírus. O Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários