O Corinthians espera conseguir na Justiça liminar semelhante às que foram concedidas ao São Paulo e ao Athletico-PR para se livrar de uma dívida de R$ 566 milhões em impostos cobrados pela União. A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) cobra do clube alvinegro tributos de Imposto de Renda, Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CCLS), PIS e Cofins. O...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários