Uma nova variante do coronavírus foi identificada no Brasil pela primeira vez em duas amostras de casos positivos da Copa América, após sequenciamento genético (processo para identificação das cepas do vírus) feito pelo Instituto Adolfo Lutz, com sede em São Paulo. São dois casos da variante B.1.621 entre 12 exames realizados pelo instituto - um na delegação da Colômbia e o...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários