Paulo Wanderley, presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), afirmou ter ficado "aliviado" com o adiamento de um ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, por causa da pandemia do novo coronavírus. "Tenho certeza de que este também é o sentimento de nossos atletas, com quem tínhamos a maior preocupação e cuidado", disse o dirigente, nesta terça-feira, em um vídeo gravado. ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários