Os 20 clubes da Série A do Campeonato Italiano divulgaram nesta sexta-feira uma carta aberta na qual pedem o fim do racismo que tem aparecido em jogos de futebol do país. O atacante italiano Mario Balotelli, do Brescia, foi o caso mais recente, mas o centroavante belga Romelu Lukaku (Inter de Milão) e o zagueiro senegalês Kalidou Koulibaly (Napoli) também já viveram e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários