Após a definição pelo fim da Superliga B feminina, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) se reuniu, virtualmente, também com os clubes da masculina e, na tarde desta quarta-feira (18), ficou decidido pelo fim da edição 2020 do campeonato em virtude do risco gerado pelo coronavírus (COVID-19). O Anápolis Vôlei terminou a competição na 3ª colocação e não subiu de divisão por causa de um set perdido.

Os oito times votaram, com cinco votos a favor do fim do campeonato e três contra, e pelo bem de todos os envolvidos na competição, não haverá mais partida alguma tendo, assim, a classificação final respeitando a de momento. A posição da equipe goiana foi votar contra o término do campeonato. 

Com a definição, a classificação final da temporada 2020 da Superliga B masculina ficou assim: Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), Uberlândia/Start Química/Gabarito (MG), Anápolis Vôlei (GO), Brasília Vôlei/Upis (DF), JF Vôlei (MG), Apav Vôlei (RS), Lavras Vôlei (MG), e São José Vôlei (SP).

A CBV, que conta com um comitê de crise composto por área técnica, médica e jurídica, entre outros, apresentou a proposta pela conclusão do campeonato, já que a preocupação da entidade com a saúde está acima de qualquer outra questão. Após a decisão, então, a entidade recomendou que todos os clubes liberem seus atletas de treinamento e que os mesmos permaneçam em casa, seguindo as recomendações das autoridades da saúde. Nesta quinta-feira (19), a CBV fará reunião virtual com os representantes da Superliga, masculina e feminina para deliberar sobre a situação das competições.