A CBF recomendará aos clubes e escolinhas de futebol que crianças menores de 12 anos não treinem cabeceios na bola. A medida segue a de países como Estados Unidos e Escócia, que proibiram esse tipo de trabalho na base, e tem por objetivo prevenir problemas cognitivos, como distúrbio de atenção, memória de fixação e memória verbal. Médico e neurocirurgião da CBF, Jor...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários