O “caso Jorginho” como passou a ser chamado o impasse entre o meia do Atlético-GO com o técnico Vagner Mancini, que chegou ao ponto do jogador pedir para deixar o clube, segue sem conclusão. Neste sábado (5), o empresário do atleta, Tiago Bastos, voltou a se reunir com o presidente Adson Batista, mas as conversas não avançaram. “Não houve avanço, as opiniões são um pouco divergentes. Vamos ter calma para ver como vamos solu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários