Um dia depois do anúncio do adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio-2020 para o próximo ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, revelou nesta quarta-feira (25) que a decisão não foi unilateral, mas sim tomada em conjunto com o governo do Japão, encabeçado pelo primeiro m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários