Milhares de pessoas gritando o nome de um jogador, cantando "Mil gols, só Pelé" ou vibrando com a entrada de atletas. A descrição pode parecer exclusiva de um jogo de futebol, mas foi a vivência de vários atletas olímpicos durante os Jogos do Rio de Janeiro, em 2016. Para o mesatenista Hugo Calderano, a jogadora de vôlei de praia Ágatha e o levantador do vôlei de qua...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários