Enquanto aguarda algum posicionamento da Federação Goiana de Futebol (FGF) quanto ao retorno das categorias de base, o departamento amador do Atlético faz acompanhamento dos atletas. Uma das formas encontradas é estreitar relacionamento com as famílias dos jogadores sub-13 e sub-15 que vivem em Goiânia. Treinadores, coordenadores e o gerente da base, Wendel Batata, já visi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários