A Fifa prometeu e cumpriu: não há mais corrupção no futebol. Pelo menos é isso que indica o novo Código de Ética da entidade que, a partir da Copa do Mundo da Rússia, que acabou em 15 de julho, excluiu a palavra "corrupção" de seus artigos. Em junho, em uma reunião confidencial, o Conselho da Fifa aprovou o seu novo Código de Ética e, de forma conveniente, retirou do ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários