O atacante Alef Manga abriu o placar para o Goiás na partida contra o CSA-AL aos 39 minutos do primeiro tempo, nesta quarta-feira (14), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e desabafou no intervalo da partida. O jogador se mostrou aliviado pelo gol marcado e revelou que sofreu ameaças de morte nos últimos dias.

Artilheiro do Campeonato Carioca pelo Volta Redonda, Alef Manga chegou ao Goiás cercado de expectativas. Após começar bem nos amistosos preparatórios, o jogador oscilou nas primeiras rodadas da Série B.

Após a derrota para o Náutico, na sexta-feira (9), quando Alef Manga perdeu um gol incrível, o jogador foi cobrado pela torcida do Goiás e chegou a discutir com alguns torcedores. O atacante esmeraldino revelou que sofreu ameaças de morte, mas ainda assim dedicou o gol à torcida esmeraldina e se mostrou aliviado pelo gol marcado.

"É normal o jogador sentir a pressão. Eu estava jogando bem, mas não estava conseguindo fazer o gol. Estou feliz de marcar e ajudar a equipe, dar esse presente para a torcida. Vim por um objetivo, hoje consegui fazer o gol. Só Deus sabe o que passei essa semana, fui ameaçado de morte pela cobrança que teve", disse Alef Manga ao Premiere.

Agora que fez as pazes com o gol, Alef Manga não poderá jogar contra o Londrina no próximo sábado (17), pois recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática.