O advogado trabalhista José Hélio Mendes Davi avalia que, após a nova lei, entrar na Justiça exigindo direitos de matéria fática (quando cabe ao trabalhador provar as denúncias) tornou-se “uma aventura jurídica”. “O risco ficou grande. O trabalhador entra com ação como credor e sai como devedor”, adverte. Tanto que a Lei 13.467/2017 teve como reflexo o recuo no número de n...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários