O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) atendeu reclamação disciplinar do Grupo Porto Seco Centro-Oeste e decidiu pelo afastamento cautelar do juiz titular da 2ª Vara Federal de Anápolis, Alaor Piacini, dos processos que envolvem a licitação do porto seco da cidade. A decisão da corregedora Ângela Maria Catão, divulgada ontem, ocorreu por conta de denúncia de ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários