Até mesmo trechos campeões em acidentes graves ainda não receberam todas as melhorias. Na lista dos dez mais perigosos da malha federal, segundo a Confederação Nacional dos Transportes (CNT), estão 20 quilômetros da BR-040, em Luziânia. Pelo contrato, faixas adicionais deveriam ter sido implantadas no trecho até o fim do segundo ano de concessão (entre 2016 e 2017), e...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários