Em alta desde o início dos negócios durante o dia de ontem, o dólar à vista ganhou força e renovou sucessivas máximas ao longo da tarde, em meio ao fortalecimento global da moeda americana após sinais de agravamento das tensões comerciais entre China e Estados Unidos. Com uma arrancada na última hora do pregão, o dólar chegou a se aproximar do teto de R$ 4,19, ao cor...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários