As empresas prestadoras de serviços de água e luz em Goiás continuarão com os cortes no fornecimento suspensos neste período de isolamento social e reflexos da pandemia do coronavírus. Na Saneago, a inadimplência acumulada nas faturas está em 22%, contra 4,5% nos períodos normais. A empresa ainda discute como os clientes poderão pagar as contas acumuladas depois que o is...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários