Um dia antes de os shoppings e galerias retomarem as atividades em Goiânia, uma decisão judicial em caráter liminar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) anulou o decreto da prefeitura que autorizava a reabertura do comércio nesta segunda-feira (22). O pedido havia sido feito pela promotora Marlene Nunes Freitas Bueno, da 87ª Promotoria. Nesta manhã, ela con...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários