Sem a aprovação da reforma da Previdência no primeiro semestre deste ano, a União terá dificuldades para pagar salários de servidores já a partir do próximo ano, diz estudo divulgado nesta sexta-feira, 15, pela Secretaria de Política Econômica (SPE), do Ministério da Economia. No ritmo atual, as projeções da SPE indicam que a dívida bruta chegará a 102,3% do PIB em 2...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários