No primeiro reencontro com o Congresso após ser chamado de “tigrão” com os pobres e “tchuchuca” com os ricos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tentou fugir das armadilhas da oposição e traçar uma estratégia de defesa da Reforma da Previdência. Em audiência pública na Comissão Especial, ele alertou que, sem a aprovação da proposta, o País corre o risco de não consegui...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários