Dona da mina que se rompeu em Mariana (MG) em 2015, provocando tragédia que deixou 19 mortos e um rastro de destruição ambiental, a mineradora Samarco informou nesta sexta (9) que decidiu pedir recuperação judicial. A empresa, que é controlada pela Vale e pela BHP Billinton, alega que o recurso à Justiça é necessário para evitar que ações judiciais movidas por credores in...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários