Os trabalhadores da Mina Cana Brava, da Sama Minerações, em Minaçu, no Norte do Estado, estão de braços cruzados desde o início desta semana. A Eternit, proprietária da mina, suspendeu as atividades de extração de amianto na unidade por causa do vencimento de uma liminar que permitia a continuidade dos trabalhos até a publicação da sentença (acórdão) do Supremo Tribunal F...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários