O relator da reforma tributária no Senado, Roberto Rocha (PSDB-MA) rejeitou incluir no seu parecer a criação de um novo imposto sobre movimentações financeiras que remonte à CPMF, mas defendeu cobrar tributos de vendas eletrônicas: “Alguns membros do governo (têm defendido). (Mas) o próprio presidente já disse que não é a favor da criação do novo imposto, seja CPMF, IMF ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários