O reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Edward Madureira, destacou em seu discurso as dificuldades enfrentadas pela instituição devido aos cortes determinados pelo governo federal e o impacto que pode trazer para as pesquisas realizadas por estudantes e professores. “A UFG não tem orçamento para começar o mês de outubro. É o colapso anunciado de todo o sistema fede...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários