Quase 20 anos depois de ter sua falência decretada, em março de 1999, a antiga construtora Encol só pagou dívidas trabalhistas até agora. Foram R$ 182 milhões pagos e, mesmo assim, centenas de ações de ex-funcionários ainda tramitam na Justiça, questionando o índice de correção utilizado nos pagamentos. A massa falida da Encol, que já vendeu mais de 4 mil bens da emp...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários