O ex-ministro da Fazenda e atual secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo Henrique Meirelles afirmou em entrevista ao Valor Econômico que a prioridade, agora, é a crise de saúde pública e a preservação de vidas. Por isso segundo ele, o governo federal precisa, sim, aumentar gastos, investir o colchão do BNDES, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica F...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários