Em entrevista ao POPULAR na manhã desta quinta-feira (12), transmitida ao vivo pela página do Facebook do jornal, o presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo) defendeu que o reajuste na taxa de contribuição dos agregados ao plano de saúde dos servidores de 21,56% foi feito conforme a lei e disse que a cobrança com o acréscimo j...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários