A alta dos preços dos insumos utilizados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) da Covid-19 tem preocupado hospitais públicos e privados de Goiás. Há medicamentos utilizados para anestesiar pacientes ou até aliviar a dor após a entubação que variaram mais de 100% em um ano. O quadro, diante da crise sanitária e econômica que o País enfrenta, tem deixado unidades sob ri...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários