A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) manteve a sentença do juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia, que determinou que a Petróleo Brasileiro S/A (Petrobras) recolha aos cofres públicos do Estado R$ 56 milhões referentes a ICMS. A decisão de segunda instância foi em apreciação de recurso de apelação interposto pela Petrobras ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários