Após três meses de alta nos pedidos de seguro-desemprego com o agravamento da pandemia do novo coronavírus, dados parciais de julho mostram uma redução na intensidade dos requerimentos feitos por trabalhadores demitidos. Na primeira quinzena do mês, o número de solicitações retornou a um patamar semelhante ao observado na primeira quinzena de julho de 2019. Foram ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários