O diretor executivo da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial de Goiás (Adial Goiás), Edwal Portilho, criticou, em nome da instituição, declarações feitas pela secretária da Economia, Cristiane Schmidt, sobre o reflexo do corte de incentivos fiscais no aumento da arrecadação do Estado entre janeiro e maio deste ano. Em reportagem publicada pelo POPULAR ontem, a se...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários