O novo marco regulatório do saneamento básico abriu o setor para maior participação da iniciativa privada, com a obrigatoriedade de processo licitatório para a contratação do serviço. Economistas e analistas do mercado financeiro afirmam que o ambiente deve influenciar de forma indireta, mas positiva, a venda de 49% das ações da Companhia Saneamento de Goiás S/A, a Sa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários