Cigarros comercializados ilegalmente foram os mais consumidos em Goiás em 2020, aponta pesquisa do Ibope Inteligência/Ipec. Conforme o estudo, a ilegalidade corresponde a 55% de todo o consumo no estado, sendo que 38% desses produtos foram contrabandeados principalmente do Paraguai e 17% produzidos no Brasil por fabricantes que não pagam os impostos devidos. Em 2019, o...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários