Apesar da chegada do novo auxílio emergencial, a FecomercioSP projeta uma queda de 3% no faturamento do varejo paulista em abril, por causa da manutenção das medidas de restrição à circulação no estado. A retração acontece sobre uma base baixa, em relação a abril do ano passado, quando o país já enfrentava a quarentena, e o setor registrou queda de 23% na rec...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários