Os medicamentos poderão ficar até 4% mais caros no País a partir do próximo mês de abril, praticamente o mesmo índice de 4,33% que foi autorizado no ano passado. O reajuste anual, que será anunciado no próximo dia 1º de março, deve sofrer a influência da alta nos custos de produção das indústrias farmacêuticas, principalmente o aumento da cotação do dólar, já que muitos i...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários