Embora defensor da Reforma da Previdência, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), praticamente sepultou ontem os dois pontos mais polêmicos da proposta enviada pelo governo Jair Bolsonaro. Para Maia, as mudanças no benefício assistencial pago a idosos de baixa renda (BPC) e na aposentadoria rural não vão sobreviver à comissão especial “em hipótese ne...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários