O número de seguidores que um influenciador possui não deve ser a principal característica que uma marca deve considerar ao contratá-lo. O coordenador do MBA em Business Strategy do Ipog, Nino Carvalho, alerta que é preciso cuidado, pois no meio de milhares de seguidores podem ter vários robôs, contas inativas e até uma parcela da audiência que só segue determinado p...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários