A rede de livrarias Saraiva, que está em recuperação judicial, responde a 34 ações de despejo. A informação foi divulgada em um comunicado da empresa expedido em 12 de junho, para responder a um questionamento da Superintendência de Acompanhamento de empresas da B3. Eis a íntegra. A solicitação de esclarecimentos foi feita à livraria em fevereiro deste ano. A ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários