A Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego), que já foi o terceiro maior laboratório público do Brasil e um dos maiores fabricantes de medicamentos antirretrovirais do País, procura alternativas para se reerguer. Sem produzir desde 2016, o laboratório público foi perdendo seus registros para fabricação de medicamentos e, hoje, busca meios para retomar a produção e am...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários