Turbulências no cenário internacional envolvendo os três maiores parceiros comerciais do Brasil: China, Estados Unidos e Argentina. Abalos no mercado financeiro mundial e interno, apesar do otimismo no País com a perspectiva de retomada do crescimento econômico após a aprovação de reformas, como a da Previdência. Em tal situação, como deve se comportar o investidor?...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários