Após embate com ambientalistas, o governo não conseguiu interessados por áreas para exploração e produção de petróleo em regiões consideradas sensíveis para a biodiversidade nos litorais do Rio Grande do Norte e de Santa Catarina. Em leilão realizado nesta quinta-feira (7), foram arrematadas apenas 5 das 92 áreas oferecidas. Todas pelo preço mínimo oferecido pelo g...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários