Depois da forte reação do mercado à suspensão do reajuste do diesel a pedido do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governo saiu a campo ontem para transmitir a imagem de que a Petrobras é livre para definir o momento e o valor da alta no preço do diesel. “É a Petrobras quem decide reajuste, não é ministro da Economia ou presidente da República. A Petrobras é realme...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários