O goiano Paulo Afonso Ferreira foi eleito ontem presidente interino da Confederação Nacional da Indústria (CNI) por unanimidade, pelos 25 presidentes de federações presentes na reunião do Conselho de Representantes da entidade. Ele ocupará o cargo durante o afastamento de Robson Andrade, investigado na Operação Fantoche da Polícia Federal, que apura desvios de recursos do ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários